Seminários

Seminários passados

Palestrante: Sang Won Lee, University of Michigan/USA
Data e hora: qua, 02/09/2015 - 12:00
Local: Auditório do CCSL, IME/USP
Resumo: Live Coding é uma performance musical altamente interativa na qual um ou mais músicos escrevem código ao vivo para gerar música. Na prática do Live Coding existem vários problemas: (1) a necessidade de comunicação, (2) tecnologias para permitir colaboração em rede envolvendo os live coders, audiência e músicos. Neste seminário serão apresentados uma série de projetos que não apenas facilitam a comunicação e colaboração em rede no domínio do Live Coding mas também provê uma variedade de performances musicas distribuídas inovadores que estendem os limites do Live Coding.


(vídeo da apresentação em inglês)

Palestrante: Antonio José Homsi Goulart
Data e hora: qua, 26/08/2015 - 12:00
Local: Auditório do CCSL, IME/USP
Resumo: Neste seminário vamos apresentar diversas técnicas de processamento dos sinais originados a partir de uma decomposição AM/FM de um sinal musical. Serão discutidas diferentes métodos para a decomposição e possibilidades de operação no domínio AM/FM. Uma das aplicações que vamos explorar será a síntese de sinais ressonantes a partir de análise-processamento-ressíntese de sinais gerados com o sintetizador TB-303. Além da técnica será também apresentada uma avaliação baseada em métricas psicoacústicas das sonoridades obtidas. Outra aplicação que vamos explorar é a implementação de efeitos de áudio também baseados na decomposição AM/FM. Exemplos de áudio serão utilizados ao longo do seminário para ilustrar as técnicas.

Palestrante: Antonio Deusany de Carvalho Junior
Data e hora: qua, 19/08/2015 - 12:00
Local: Auditório do CCSL, IME/USP
Resumo: Neste seminário será apresentado o SuperCopair, uma nova maneira de integrar computação em nuvem em um cenário de "live coding" colaborativo com o menor esforço. Este pacote desenvolvido em Coffee Script para o Atom.io apresenta-se como uma forma de interagir com o SuperCollider oferecendo novas possibilidades para "live coders" que desejam colaborar remotamente em performances distribuídas. Adicionalmente o pacote provê vantagens de comunicação através dos serviços em nuvem oferecidos pelo Pusher. Os usuários podem compartilhar código programando em um mesmo arquivo remotamente semelhante ao Google Docs com a vantagem de poder sintetizar códigos nos computadores dos outros parceiros conectados na mesma sessão, que podem estar no mesmo ambiente ou distribuídos ao redor do mundo. O pacote pode ser utilizado para performances musicais distribuídas ou apenas ensaios de conjuntos de "live coding" com a vantagem de necessitar apenas de uma conexão com a Internet. Os usuários podem ainda utilizar o pacote para ensinar SuperCollider online ou corrigir erros em códigos compartilhados.

Palestrante: Wilson Kazuo Mizutani
Data e hora: qua, 12/08/2015 - 12:00
Local: Auditório do CCSL, IME/USP
Resumo: Na busca por uma experiência mais engajadora em jogos digitais, uma estratégia reconhecidamente eficaz é a de permitir que sua trilha sonora reflita, em tempo real, os fenômenos ocorrendo dentro do universo virtual, pois isso fornece um método de interação com o usuário complementar à já bastante explorada expressão pela imagem. Contudo, dada a não-linearidade intrínseca a esse meio audiovisual, vários desafios de ordem artística, prática e tecnológica emergem dessa abordagem mais dinâmica. No presente trabalho, buscamos uma solução em forma de middleware que possa mitigar, na medida do possível, tais complexidades, tendo em vista principalmente compositores e projetistas de som como usuários finais.

Palestrante: Antonio Deusany de Carvalho Junior
Data e hora: seg, 29/06/2015 - 13:00
Local: Auditório do CCSL, IME/USP
Resumo:

Neste seminário iremos apresentar a aplicação Sensors2OSC, que envia pela rede os eventos de todos os sensores disponíveis em dispositivos com Android na forma de eventos OSC (Open-Sound-Control), tornando possível a utilização destes valores como dados de entrada em qualquer outra aplicação (musical ou não). A aplicação detecta automaticamente todos os sensores disponíveis e possibilita encaminhar os eventos por meio de Unicast ou Multicast, em rede local ou pela Internet, bem como ativar ou desativar sensores a qualquer momento, além de permitir a sub-amostragem dos sinais produzidos pelos sensores (para economia de tráfego em rede). Apresentaremos detalhes do desenvolvimento e da utilização da aplicação, algumas limitações dos dispositivos com Android em seu uso, bem como uma comparação com outras aplicações similares, além de exemplos com a participação do público interessado.

Páginas

Subscribe to Próximos seminários Subscribe to Seminários passados